Compartilhar nas Redes Sociais

Diariamente, são processados no INSS inúmeros pedidos de aposentadoria, entre elas a aposentadoria especial.

No entanto, nem sempre esses pedidos são aprovados.

Mas antes de contar para vocês o que pode ser feito no caso de ter seu benefício negado. Vamos entender como funciona o procedimento de requerimento do benefício no INSS. Que chamamos de processo administrativo.

COMO FUNCIONA O PROCESSO ADMINISTRATIVO

Todo trabalhador que contribui para previdência social e que queira dar entrada no seu pedido de aposentadoria precisa fazer isso perante o INSS.

Primeiramente é feito o agendamento do pedido através do telefone 135. O INSS agenda uma data. Nesta data você vai se dirigir uma agência do INSS e apresentar o seu pedido, levando toda a documentação necessária.

A partir do pedido se inicia o processo administrativo. O INSS então vai fazer toda a analise da documentação apresentada pelo segurado.

No caso da aposentadoria especial, este processo é um pouco demorado, já que o INSS analisa todos os documentos para ver se realmente o segurado preenche os requerente preenche os requisitos necessários para a aposentadoria especial.

Quando o INSS finaliza a analise é enviada uma carta ao segurado com a resposta ao pedido feito.

Assim, os termos usados pelo INSS são: Pedido deferido, caso a resposta seja positiva e indeferido caso seja negativa.

Quando o INSS indefere, ou seja, nega o pedido, consta na mesma carta os motivos que levaram o INSS a negar o pedido.

São vários os motivos que o INSS utiliza para fundamentar suas decisões.

Mas pelo nossa experiência o justificativa mais recorrente, nos casos de aposentadoria especial, principalmente a aposentadoria especial do eletricista, é a ausência de comprovação do exercício de atividade especial.

Por tanto, resumidamente este é o tramite padrão de todo pedido de aposentadoria.

Mas então, você fez o pedido de aposentadoria especial. Recebeu a carta do INSS com o indeferimento, ou seja, negando seu pedido. Aí você se pergunta, e agora?

Com as dicas que vamos compartilhar neste post tenho certeza que você vai saber como agir se isso acontecer com seu pedido.

MAS O QUE FAZER DIANTE DO BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO NEGADO? 

Como já falamos após analisar o pedido de aposentadoria especial, seja do eletricista ou de outra categoria de trabalhador que tenha direito a aposentadoria especial.

O INSS envia a carta com a decisão. A resposta, no entanto , nem sempre é a que o segurado espera.

Isto porque é muito comum o INSS negar o pedido de aposentadoria especial, ainda mais quando se trata de eletricista.

Se você tiver se pedido de aposentadoria especial negado, pode optar por duas alternativas.

Saiba tudo sobre a aposentadoria do Especial do Eletricista baixando o nosso Ebook gratuitamente. Basta clicar no link abaixo. 

RECURSO ADMINISTRATIVO PARA CONSEGUIR A APOSENTADORIA ESPECIAL, DEPOIS QUE O INSS NEGOU O PEDIDO! 

A primeira é a via do recurso administrativo, perante o próprio INSS. O que pode ser feito dentro do período de 30 dias, contados da data que você receber a decisão que negou o pedido.

O recurso é feito na própria agência da previdência social (INSS). Você vai ter que preencher um formulário com dados pessoais, informações do benefício e as razões pelas quais esta recorrendo da decisão.

O INSS recebe o recurso e encaminha para uma comissão que analisa e julga o recurso.

É essencial, apresentar documentos que comprovem a atividade exercida em condições insalubres no caso de indeferimento da aposentadoria especial para a concessão do benefício solicitado.

O que acontece com muitos clientes que nos procuram é exatamente isto. A pessoa faz o pedido e apresenta o recurso sem juntar documentos suficientes para comprar a atividade.

O que consequentemente gera a improcedência do recurso administrativo.

E o que já é demorado por natureza acaba ficando ainda  mais demorado. Já que o segurado por não saber o que exatamente precisa ser feito, acaba perdendo tempo com a apresentação do recurso que na verdade não vai alterar a decisão.

É importante que você saiba que o recurso administrativo não é requisito para poder entrar com processo judicial, é apenas uma opção do segurado entrar ou não com o recurso administrativo.

Por isso, se você tiver seu pedido negado, pode optar por ir direto para a segunda opção. Que no nosso entendimento é a melhor opção. O pedido na Justiça, assim que tiver o seu pedido negado.

PEDIDO JUDICIAL

Com o indeferimento do pedido de aposentadoria especial. Confirmado ou não por recurso administrativo. Você pode entrar com ação judicial (saiba mais clicando aqui), na  Justiça Federal.

Nesse caso, você vai precisar estar representado por um advogado.

Com base na nossa vasta experiência, não temos medo de afirmar que esta é a melhor forma de ter o direito ao benefício reconhecido.

Primeiro porque no processo judicial você vai pode utilizar outros meios de prova, como prova testemunhal por exemplo. Ou documentos não reconhecidos pelo INSS como prova do período de atividade especial.

No caso da aposentadoria especial do eletricista é muito comum o INSS não reconhecer alguns períodos como atividade especial. No processo judicial esta situação pode ser revertida. E o eletricista conseguir a sua aposentadoria contando todo o período como atividade especial.

Dai porque a importância de estar assessorado de um profissional da sua confiança e que seja especialista direito previdenciário, principalmente em aposentadoria especial.

Então a grande sacada é, não desista da sua aposentadoria apenas porque o INSS negou seu pedido.

Agora você já sabe que a decisão do INSS é suprema, ela pode ser alterada, seja por meio de recurso ao próprio INSS ou por sentença em um processo judicial.

COMO GARANTIR QUE MEU PEDIDO DE APOSENTADORIA NÃO SEJA NEGADO?

A maneira mais fácil para evitar que o INSS negue o pedido de aposentadoria especial é garantir que você realmente esta apresentando toda documentação necessária para comprovar todo o período de trabalho em atividade insalubre.

Por isso é muito importante ter conhecimento de qual a documentação necessária para dar entrada no pedido. Nós fizemos um artigo que fala exatamente sobre as provas para o eletricista se aposentar, clique aqui para ficar por dentro.

Além de saber quais as provas é muito importante consultar um especialista. Ele saberá te orientar da melhor forma em todos os aspectos. Ajudando você a obter a aposentadoria mais vantajoso para o seu caso.

É como sempre falamos para nossos clientes. Não é tarefa fácil conseguir a aposentadoria especial, mas você pode ter certeza que não é impossível. Temos a certeza que se você observar estes detalhes certamente você vai conseguir a melhor aposentadoria, sem dor de cabeça e sem perder dinheiro.

Gostou do nosso post? Então clique no botão abaixo se desejar que uma advogada especialista em Previdência Social, analise o seu caso.

O INSS negou a sua Aposentadoria Especial?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× CONTATO DIRETO